dicas

Ramacrisna apresenta: 58 anos de sonhos com Alice No País Das Maravilhas

maio 14, 2017
alice-no-pais-das-maravilhas
Com sessão única e exclusiva espetáculo do Giramundo celebra aniversário da Instituição Social Ramacrisna. Ingressos já estão a vendas, com parte da renda destinada a ONG.

Para celebrar seus 58 anos, a Instituição Social Ramacrisna se uniu ao Grupo Giramundo que irá apresentar seu novo espetáculo Alice no País das Maravilhas, no dia 24 de maio, quarta-feira, às 20h no Teatro Bradesco – Rua da Bahia 2224, Lourdes. O espaço foi cedido pelo Minas Tênis Club e parte da renda da bilheteria, que terá o custo de R$ 40,00, será destinada a Ramacrisna que desenvolve projetos voltados para comunidade em situação de vulnerabilidade social de Betim e 10 cidades do entorno.

“O espetáculo fala de sonhos e a Ramacrisna possibilita às pessoas em situação de vulnerabilidade social sonharem, uma vez que ela transforma realidades por meio da educação e do trabalho”, enfatiza Solange Bottaro, vice-presidente da Ramacrisna, reforçando que é uma alegria celebrar os 58 anos da Instituição em parceria com o Giramundo.

 A Instituição transforma vidas por meio de soluções em educação e profissionalização, visando o desenvolvimento humano, cultural, social e ambiental. “As pessoas em situação de vulnerabilidade social precisam apenas de uma oportunidade para mudar sua trajetória de vida. O objetivo maior da Ramacrisna é despertar suas competências, melhorar sua autoestima e apresentar opções de aprendizado e qualificação profissional que lhes permitam caminhar por si mesmo, assumindo um lugar digno na sociedade. Os milhares de resultados positivos obtidos ao longo desses 58 anos atestam a validade dessa trajetória”, destaca Solange.

Ramacrisna

A Ramacrisna é uma Instituição Social localizada na área rural de Betim, sem fins lucrativos, sem vínculos religiosos ou partidários, fundada em 1959 pelo jornalista Arlindo Corrêa da Silva, gerida por Conselho Deliberativo, Conselho Fiscal e Diretoria Executiva. O nome é homenagem a Sri Ramakrishna, filósofo indiano, que pregava o trabalho social como forma de crescimento do ser humano.

Visa promover o desenvolvimento local de comunidades em situação de vulnerabilidade social dentro do tripé da sustentabilidade ambiental (energia renovável e conscientização ambiental), econômica (gerando recursos próprios) e social (promovendo elevação do nível de escolaridade de crianças e adolescentes, qualificação profissional de jovens e adultos, protagonismo juvenil).

Em seus 58 anos potencializa sua atuação através de parcerias com empresas, poder público e outras organizações atuando em 10 cidades da região metropolitana de Belo Horizonte. Ela se tornou conhecida em todo o Brasil como instituição do Terceiro Setor. Referência em projetos de autossustentabilidade por possuir uma Fábrica de Telas de Arame. O resultado obtido com as vendas é destinado ao setor social da Ramacrisna, garantindo mais autonomia e uniformidade no atendimento às pessoas amparadas pelos projetos.

Alice no País das Maravilhas

O espetáculo “Alice no País das Maravilhas”,com direção geral de Marcos Malafaia,é uma síntese que condensa várias experiências do Giramundo numa única montagem onde55 bonecos do Giramundo dividem o palco com um ator, que interpreta Lewis Carroll, dentro de um universo de animações projetadas.

Em “Alice”, o Giramundo integra o teatro de bonecos e novas tecnologias, como a animação em vídeo e a projeção mapeada.A música é o eixo central da montagem porque surgiu primeiro, mas também porque dimensiona a cena e seu tempo, integrando todos os demais elementos cênicos. Para o teatro de bonecos, cria uma espécie de “partitura”, que posiciona o movimento, estruturando as coreografias, como na dança. Neste sentido, Alice é um evento harmônico, que sincroniza atores, bonecos, vídeos e trilha sonora. Esta organização de cena não pode ser caracterizada nem como ópera, nem como musical. Em Alice, os diálogos não são cantados. O que ocorre é a onipresença da música, assumindo diversas funções. Em mistura com os demais elementos cênicos, todos variando sua predominância, de cena para cena. 

58 Anos de sonhos com Alice No País Das Maravilhas

Data: 24 de maio | Horário: 20h

Local: Teatro Bradesco – Rua da Bahia 2244, Lourdes – BH.

Valor: R$ 40,00

Ingressos: A bilheteria do Teatro Bradesco funciona todos os dias, de segunda a sábado, das 12h às 20h; e domingo, das 12h às 19h – (31) 3516-1360.

 

Instituição Social Ramacrisna

Rua Mestre Ramacrisna, 379,Santo Afonso – Betim.

31 3438-5500

www.ramacrisna.org.br

Sugestão de pauta enviada por assessoria.

Postagens relacionadas

Nenhum comentário

Deixar resposta